Publicações

2019

  • Rodrigo Izidoro, Matias Romário Pinheiro, Gustavo Bittencourt, Daniel Macêdo Batista. 5GPy: A SimPy-based simulator for performance evaluations in 5G hybrid Cloud-Fog RAN architectures. Simulation Modelling Practice and Theory. November, 2019.

    In this work we present a three-fold contribution to the study of joint cloud and fog computing architectures.

  • Rodrigo Izidoro Tinini, Daniel Macedo Batista (orientador), Gustavo Bittencourt Figueiredo (Coorientador). Alocação de recursos em uma arquitetura óptica Cloud-Fog RAN para o suporte da internet 5G. Tese apresentada ao Instituto de Matemática e Estatística da Universidade de São Paulo para obtenção do título de Doutor em Ciências, agosto de 2019

    Esta Tese introduz uma nova arquitetura de rede chamada de Cloud-Fog RAN (CF-RAN) que busca estender as capacidades da CRAN por meio dos paradigmas de computação em névoa, para prover processamento local de banda-base, e de Virtualização de Funções de Rede (Network Functions Virtualization (NFV)), para realizar a ativação e desativação dinâmica das funções de processamento locais. Formulações baseadas em Programação Linear Inteira (Integer Linear Programming (ILP)) e heurísticas baseadas em teoria dos grafos e relaxações lineares são propostas para realizar a alocação dos recursos de rede e processamento da CF-RAN. A eficácia dos algoritmos propostos foram verificados por meio de execuções das formulações ILP e de simulações. 

2018

  • Diego Camarinha, Daniel Macêdo Batista (orientador). Análise de desempenho do nsQUIC: um Módulo para Simulação do Protocolo QUIC.. Dissertação apresentada ao Instituto de Matemática e Estatística da Universidade de São Paulo para obtenção do título de Mestre em Ciências, julho de 2018

    Neste trabalho, avaliamos o desempenho do protocolo QUIC em diversos cenários de rede, comparando-o com o desempenho de várias implementações do TCP, principalmente o CUBIC. Diferente do realizado na literatura, todos os cenários utilizados são bem descritos, permitindo a reprodutibilidade dos experimentos. Além disso, para a realização dos experimentos foi criado um novo módulo que implementa o QUIC no simulador de redes NS-3. Este módulo está disponível como software livre, permitindo que outros pesquisadores usem o módulo para replicar e verificar nossos experimentos e para criarem novos experimentos de forma reprodutível. Ademais, eles também podem usar o módulo como uma ferramenta para avaliar, de maneira rápida, o comportamento de novas técnicas dentro do protocolo.

  • Yan Soares Couto, Diego Camarinha, Daniel Macêdo Batista. nsQUIC: Uma Extensão para Simulação do Protocolo QUIC no NS-3. Anais do Salão de Ferramentas do Simpósio Brasileiro de Redes de Computadores e Sistemas Distribuídos - SBRC. Maio, 2018

    Apesar do TCP fornecer muitas garantias em relação ao UDP, adaptá-lo para novas  aplicações pode levar muitos anos. Nesse contexto, o Google desenvolveu o protocolo QUIC, a fim de implementar evoluções mais rapidamente. O Google já vem usando o QUIC sob o HTTP e realizando experimentos de medição, mas estes experimentos são difíceis de serem reproduzidos por diversas razões. Neste artigo, mostramos como contornar essas dificuldades por meio de uma nova extensão, não trivial de ser desenvolvida, que adiciona o QUIC ao NS-3. A extensão integra o QUIC como uma nova aplicação do NS-3, substituindo sockets do sistema pelos do simulador e alterando seu comportamento para lidar com passagem de tempo discreta ao invés de contı́nua.

2015

  • Rafael Perazzo Barbosa Mota, Daniel Macêdo Batista (Orientador). Mecanismos para a melhoria do desempenho de sistemas RFID passivos. Tese apresentada ao Instituto de Matemática e Estatística da Universidade de São Paulo para obtenção do título de Doutor em Ciências. Novembro, 2015
    Esta tese investiga a categoria de protocolos anticolisão denominada Frame Slotted Aloha - FSA, pois é a categoria que possui maior potencial de utilização prática em sistemas RFID. Além disso, as diferentes métricas de análise de desempenho são também analisadas e categorizadas, uma vez que identificou-se que um conjunto de métricas devem ser observadas com o intuito de realizarem-se comparações justas com as propostas da literatura. Descobriu-se que a maioria das propostas não levam em consideração os aspectos chave de tempo e energia, assim como a característica de ser fácil de implementar e baixa complexidade. Esta tese propõe quatro algoritmos que visam diminuir o consumo de energia e o tempo do processo de identificação das etiquetas mantendo-se as características de baixa complexidade e similaridade com o padrão atual EpcGlobal Classe 1 Geração 2 (C1G2).(...)Além disso também foram desenvolvidos dois softwares de apoio aos mecanismos propostos: nsRFIDsim e jRFIDsim. O primeiro trata-se de um módulo para o simulador ns-2 que simula um sistema RFID passivo.
  • Rafael Perazzo Barbosa Mota, Daniel Macedo Batista. Simulator and benchmark for RFID anti-collision evaluation. 9th International Conference on Application of Information and Communication Technologies (AICT). October, 2015

    This paper proposes an RFID benchmark and simulator in order to evaluate anti-collision algorithms. The proposed suite was specially developed to the MAC layer evaluation since to our knowledge there is no standard on RFID anti-collision simulator software. Although some simulators for RFID networks have been proposed, none of them are designed to the MAC layer performance evaluation. This paper, however, does present the design and validation of an RFID benchmark suite based on the EPCGlobal Class 1 Generation 2 standard which can help researchers to provide fair and fast comparisons between the existing algorithms.

  • Nelson Lago e Fabio Kon. Apresentação: As Várias Faces do Software Livre. Computação Brasil, nº 27, SBC. Fevereiro, 2015

    Edição SOFTWARE LIVRE: A importância do código aberto na computação do futuro - Revista da Sociedade Brasileira de Computação

2014

  • Ana Paula O. Bertholdo, Tiago Silva da Silva, Claudia de O. Melo, Fabio Kon e and Milene Selbach Silveira. Agile Usability Patterns for UCD early stages. In: 16th International Conference on Human-Computer Interaction.Creta. Proceedings of the International Conference on Human-Computer Interaction (HCII'2014), June, 2014.

    The integration between agile methods and UCD has been addressed by several authors in recent years. However, a gap remains regarding how the practices have been described, lacking a standard that both designers and agile practitioners can understand and apply.
    This study aims to propose agile usability patterns based on the literature, with a focus on the User-Centered Design early stages. The goal of the proposed patterns is to facilitate the use of the best agile usability practices by identifying more clearly in which context the pattern can be applied, and what is the problem that each pattern solves, presenting examples.

  • Leonardo Leite, Carlos Eduardo Moreira, Daniel Cordeiro, Marco Aurélio Gerosa, Fabio Kon. CHOReOS Enactment Engine. In: IEEE 13th International Symposium on Network Computing and Applications (NCA), pp 121 - 128, 2014.

    The CHOReOS Enactment Engine provides a Platform as a Service (PaaS) that automates the distributed deployment of service compositions (also called choreographies) in cloud environments.

  • Claudia Domingues Vargas e Fabio Kon. Em defesa do compartilhamento público de dados científicos. Le Monde Diplomatique Brasil, maio, 2014.

    O movimento da ciência aberta preconiza que as ferramentas e os dados utilizados pelos cientistas sejam
    disponibilizados publicamente para ampliar seus benefícios a toda a sociedade. Embora haja inegáveis avanços
    nos últimos anos, ainda há forças que resistem a essa ideia.

  • Rafael Perazzo Barbosa Mota, Daniel Macêdo Batista (orientador). A Dynamic Frame Slotted ALOHA Anti-Collision Algorithm for the Internet of Things. The 29th Symposium On Applied Computing. Gyeongju, Korea (SAC). 2014. In:SAC '14: Proceedings of the 29th Annual ACM Symposium on Applied Computing

    This paper proposes a novel anti-collision algorithm for passive RFID systems to be applied in the Internet of Things environments. The proposed algorithm is based on a Dynamic Frame Slotted ALOHA algorithm and is called NEDFSA. In the algorithm, tags are randomly assigned to time slots of a frame and when two or more tags collide in a slot, the collisions will be resolved by another DFSA algorithm while the other tags in the next slots will wait. The proposed algorithm uses an estimation mechanism to adjust the initial frame length to a value close to the number of tags, based on a power of two. The advantages of the proposal are that it retains the simplicity of DFSA, and its performance is not affected by the number of tags. Simulation results in ns-2 show that the efficiency of NEDFSA is up to 27% better than Q Algorithm. Also, the results show that the graphs plotting the efficiency of the algorithm are nearly horizontal when the number of tags increases from 100 to 1800, which confirms the high scalability of NEDFSA.

2013

  • Paulo Roberto Miranda Meirelles, Fabio Kon (orientador). Monitoramento de métricas de código-fonte em projetos de software livre. Tese apresentada ao Instituto de Matemática e Estatística da Universidade de São Paulo para obtenção do título de Doutor em Ciências. Maio, 2013.

    Nesta tese de doutorado, apresentamos uma abordagem para a observação das métricas de código-fonte, estudando-as através de suas distribuições e associações, além de discutir as relações de causalidade e implicações práticas-gerenciais para monitoramento das mesmas. Em nossos estudos avaliamos a distribuição e correlações dos valores das métricas de 38 projetos de software livre, dentre os com mais contribuidores ativos em seus repositórios. Para tal, coletamos e analisamos os valores para cada métrica em mais de 344.872 classes e módulos dos projetos avaliados.

  • Fabio Kon. Ciência Aberta, Dados Abertos e Código Aberto. Computação Brasil, nº 22, SBC. Julho, 2013.

    Edição EDUCAÇÃO ABERTA: O impacto das novas tecnologias no apoio e distribuição de conhecimento.

  • Carlos Morais de Oliveira Filho, Fabio Kon (orientador). Kalibro: interpretação de métricas de código-fonte. Dissertação apresentada ao Instituto de Matemática e Estatística da Universidade de São Paulo para obtenção do título de Mestre em Ciências. Agosto, 2013

    Esta dissertação apresenta o software livre Kalibro Metrics, que foi desenvolvido com o objetivo de melhorar a legibilidade de métricas de código-fonte. Kalibro, ao contrário das outras ferramentas, permite que o próprio usuário crie configurações de intervalos associados a avaliações qualitativas, incluindo comentários e recomendações. Usando essas configurações, o Kalibro mostra resultados de métricas de modo amigável, ajudando: arquitetos de software a detectar falhas de projeto; gerentes de projetos a controlar a qualidade de código-fonte; usuários de software e pesquisadores a comparar características específicas do código-fonte de vários projetos. Essas configurações podem ser compartilhadas e utilizadas para intermediar discussões voltadas à evolução de critérios de avaliação baseados em métricas de código-fonte.

  • Rafael Perazzo Barbosa Mota, Daniel Macêdo Batista. A RFID QoS mechanism for IoT tracking applications. 2013 International Symposium on Wireless and Pervasive Computing (ISWPC), Nov. 2013

    In this paper, we propose a mechanism that reduces useless responses for RFID systems in the Internet of Things (IoT) environment, for tracking applications. The mechanism achieves its objectives by reducing the number of packets exchanged between readers and tags. We analyze the behavior of our proposal by considering the average number of identification rounds. With extensive simulations using an RFID module for the ns-2 simulator, we show the benefit of the proposed mechanism. When compared to the Pure Q Algorithm and Binary Tree Slotted Aloha, our mechanism reduces the number of packets up to 43%, which is a good result in terms of performance of IoT applications and energy consumption of the devices used in the communications.

  • Rafael Perazzo Barbosa Mota, Daniel Macêdo Batista (orientador). An ns-2 Module for Simulating Passive RFID Systems. The 11th IEEE/IFIP International Conference on Embedded and Ubiquitous Computing (EUC). Zhangjiajie, China. 2013.

    This paper presents the design and validation of an RFID module for the Network Simulator 2 which implements the ISO/IEC 18000-6C Class 1 Generation 2 standard, Schoute and Eom-Lee anti-collisions protocols in order to evaluate the performance of RFID systems and Internet of Things environments. The module includes mechanisms for the definition of parameters related to the standards and for QoS provision.
    Moreover, the implementation is open source and intended to be a reference tool for evaluating RFID protocols for anti-collision algorithms, security, privacy and other desired resources. Brief results obtained with the module showing the benefits of a QoS mechanism proposed by the authors are also presented. The module is important to the network community and this paper provides a scientific methodology attesting its functionality and conformity with existing standards and protocols.

  • Rafael Perazzo Barbosa Mota, Daniel Macêdo Batista. Um mecanismo para garantia de QoS na "Internet das Coisas" com RFID. Simpósio Brasileiro de Redes de Computadores e sistemas distribuídos - SBRC 2013

    Apesar dos avanços no desenvolvimento de novos mecanismos para a Internet das Coisas (IoT), existem poucos trabalhos voltados para a garantia de requisitos de QoS e que sejam avaliados em cenários com muitos nós. A proposta de mecanismos para garantir requisitos de QoS na IoT melhoraria o desempenho de ambientes sensíveis a perda de pacotes, e em cenários de rastreamento e localização, principalmente em termos de escalabilidade e sobrecarga da rede. Neste artigo e apresentado um mecanismo para garantia de QoS que reduz a quantidade de mensagens na rede em cenarios da IoT. Experimentos de simulacão confirmam a eficácia do algoritmo. Por exemplo, em um cenário, a taxa de perda de pacotes que era de 10% a 42% foi reduzida para menos de 3%.

2012

  • Artur Simões Rozestraten, Marco Aurélio Gerosa, Aurélio Akira M. Matsui, Ana Paula Oliveira dos Santos, Straus Michalsky, Maria Laura Martinez, Juliano Souza de Albuquerque Maranhão, Eliana de Azevedo Marques, Elisabete da Cruz Neves, Rejane Alves, Samuel Carvalho Gomes Fukumoto, Ruth Cuiá Troncarelli, Ilka Apocalypse Jóia Paulini. Arquigrafia Ambiente colaborativo para o compartilhamento de imagens de arquitetura: procedimentos metodológicos junto ao acervo de slides da seção audiovisual da biblioteca da FAU USP. In: II Seminário nacional de Documentação do patrimônio Arquitetônico com o uso de tecnologias digitais (ARQ-DOC), 2012, Belém. Anais do II Seminário nacional de Documentação do patrimônio Arquitetônico com o uso de tecnologias digitais, 2012.

    Este artigo apresenta em linhas gerais o projeto Arquigrafia, desenvolvido por uma equipe multidisciplinar de pesquisadores da USP, desde 2009, com o apoio da FAPESP e da Pró-reitoria de Pesquisa da USP, e concentra-se na exposição dos procedimentos metodológicos realizados junto ao Setor Audiovisual do Serviço de Biblioteca e Informação da FAUUSP para a catalogação, digitalização e difusão pública no ambiente web do Arquigrafia dos slides originais referentes à  arquitetura brasileira existentes neste acervo. O objetivo principal do Arquigrafia é constituir um ambiente colaborativo de imagens digitais de arquitetura na Web, pautado nos conceitos de open source e open acess, para o intercâmbio, a interpretação e a construção de conhecimento, amparando a cultura visual, o ensino, a pesquisa e as atividades de extensão universitária.

  • CCSL-USP e CTS-FGV. Procedimentos para o exame de pedidos de patentes envolvendo invenções implementadas por programa de computador.

    O CCSL-USP e o CTS-FGV enviaram para o INPI um parecer com argumentos concretos do ponto de vista jurídico sobre a questão das patentes de software e os problemas encontrados nos procedimentos divulgados pelo o INPI para os pedidos de patentes de software.

  • Ana Paula Oliveira dos Santos. Aplicação de práticas de usabilidade ágil em software livre. Dissertação apresentada ao Instituto de Matemática e Estatística da Universidade de São Paulo para obtenção do título de Mestre em Ciências. Março, 2012.

    Esta dissertação de mestrado fez parte do projeto Qualipso (Quality Platform for Open Source Software) que teve como principal objetivo melhorar a confiabilidade de sistemas de software livre. Nesse contexto, o enfoque desta pesquisa é um dos atributos de qualidade de software: usabilidade. As práticas de usabilidade no desenvolvimento de software livre, são aplicadas na maioria das vezes, em projetos patrocinados por grandes empresas ou que possuam especialistas em usabilidade como membros da equipe. Mas, em projetos menores da comunidade, compostos geralmente por desenvolvedores, raramente ela é considerada. Porém, a usabilidade é um atributo fundamental para a qualidade durante o uso de um sistema.

2011

  • Ana Paula Oliveira dos Santos and Fabio Kon. Applying usability and user experience goals in Agile Software Development. Proceedings of the 2nd workshop Dealing with Usability in an Agile Domain, XP'2011 workshop, 2011. Madrid, Spain.

    This paper presents a way to connect the usability and user experience goals in development environments with agile methods. According to the understanding of the usability tripod (typical users, their needs, and the system use context), it describes an approach to define and validate these goals through acceptance tests based on BDD and usability testing involving stakeholders.

  • Vanessa Cristina Sabino, Fabio Kon (orientador). Um estudo sistemático de licenças de software livre. Dissertação apresentada ao Instituto de Matemática e Estatística da Universidade de São Paulo para obtenção do título de Mestre em Ciências. Dezembro, 2011.

    Esta dissertação tem por objetivo apresentar as licenças de software livre mais importantes, sob a luz dos seus principais aspectos jurídicos e da inter-compatibilidade, de forma a auxiliar pessoas envolvidas no desenvolvimento de software a compreender as implicações destas licenças ao fazer uso delas em seus projetos. A dissertação contextualiza as licenças, tanto no tocante à legislação brasileira, quanto no que diz respeito às restrições de licenciamento, de forma a viabilizar a análise de compatibilidade que se segue. Casos de projetos proeminentes de software livre cujo desenvolvimento foi afetado pelas implicações mencionadas ilustram a investigação, que é complementada por uma análise de ferramentas e metodologias existentes que auxiliam na gestão dos aspectos de licenciamento.

  • Tássia Camões Araujo, Arnaldo Mandel (orientador). AppRecommender: um recomendador de aplicativos GNU/Linux. Dissertação apresentada ao Instituto de Matemática e Estatística da Universidade de São Paulo para obtenção do título de Mestre em Ciências. Setembro, 2011.

    The increasing availability of open source software on the World Wide Web exposes potential users to a wide range of choices. Given the individuals plurality of interests, mechanisms that get them close to what they are looking for would benefit users and software developers. This work presents AppRecommender, a recommender system for GNU/Linux applications which performs a filtering on the set of available software and individually offers suggestions to users. This is achieved by analyzing profiles and discovering patterns of behavior of the studied population, in a way that only those applications considered most prone to acceptance are presented to users.

  • Hugo Corbucci, Alfredo Goldman (orientador). Métodos ágeis e software livre: um estudo da relação entre estas duas comunidades. Dissertação apresentada ao Instituto de Matemática e Estatística da Universidade de São Paulo para obtenção do título de Mestre em Ciências. Março,2011.

    A relação entre métodos ágeis e software livre não é clara. A princípio, os dois assuntos não parecem ter nenhuma relação já que tratam de conceitos diferentes: uma família de metodologias de desenvolvimento de software e uma forma de licenciar código fonte de um projeto. No entanto, as pessoas envolvidas nos dois movimentos formam comunidades cujo recente sucesso tem surpreendido a indústria de software. Observando com um pouco mais de cuidado, percebe-se que as comunidades compartilham diversas práticas e, aparentemente, as motivações para aplicar tais práticas são semelhantes. Esse trabalho estuda essa relação mais a fundo e apresenta semelhanças e diferenças entre as duas comunidades. A partir disso, espera-se facilitar a identificação das soluções de cada comunidade e contribuir com sugestões de ferramentas e processos de desenvolvimento em ambos ambientes. Em especial, para equipes que queiram desenvolver projetos livres de qualidade, o trabalho apresenta uma análise da Programação Extrema, do ponto de vista de um modelo de maturidade para ambientes de software livre, o Modelo de Maturidade Aberto (OMM) do projeto QualiPSo.

  • Fabio Kon, Nelson Lago, Paulo Meirelles, and Vanessa Sabino. Software Livre e Propriedade Intelectual: Aspectos Jurídicos, Licenças e Modelos de Negócio. JAI/SBC, 2011

    O software livre tem se apresentado como uma alternativa viável para a produção, distribuição e utilização de software de qualidade em uma grande gama de contextos acadêmicos, científicos, empresariais, governamentais e comerciais. No entanto, os modelos de negócio e de contratos tradicionalmente utilizados na sociedade contemporânea não são perfeitamente adequados para a forma como o software livre é produzido, disseminado e utilizado. Este capítulo discute como as especificidades do software livre se refletem sobre o seu uso por indivíduos, empresas e governos e, em particular, nos modelos de negócio aplicados à indústria de software. Além de um breve histórico do movimento e de uma descrição da sua dinâmica, são descritas as principais licenças de software livre e suas consequências, as oportunidades e dificuldades de interação com a comunidade e os principais modelos de negócio relacionados ao software livre, com exemplos de casos de sucesso.

  • Ana Paula Oliveira dos Santos, Maria Laura Martinez, Fabio Kon, Marco Aurélio Gerosa, Straus Michalsky, Artur Simões Rozestraten. Da coleta de dados ao conhecimento obtido durante o desenvolvimento do projeto Arquigrafia-Brasil. In: 5º CIDI - Congresso Internacional de Design da Informação, 2011, Florianópolis. Anais do 5º Congresso Internacional de Design da Informação. Bauru, SP: SBDI, 2011. v.1. ISBN 978-85-60166-44-2.

    O Projeto Rede Social Arquigrafia-Brasil (Auxílio Regular FAPESP 2009/18342-0) envolve uma equipe multidisciplinar para a concepção e a construção de uma rede social na Web 2.0 para compartilhamento de imagens digitais da arquitetura brasileira. Neste artigo, descrevemos a evolução dos dados coletados para a definição de requisitos do sistema, passando pelo estágio de informação até a obtenção de conhecimento aplicado ao projeto.

2010

  • Artur Simões Rozestraten, Maria Laura Martinez, Marco Aurélio Gerosa, Fábio Kon,Ana Paula Oliveira dos Santos. Estudos Iconográficos da Arquitetura Brasileira na Web 2.0.. In: Seminário Nacional Documentação do Patrimônio Arquitetônico com o Uso de Tecnologias Digitais (ARQ.DOC'2010), 2010, Salvador. Anais do Seminário Nacional Documentação do Patrimônio Arquitetônico com o Uso de Tecnologias Digitais, 2010.

    O projeto Rede Social Arquigrafia-Brasil se propõe a investigar como a construção do conhecimento individual se relaciona com a construção do conhecimento coletivo, compartilhando subjetividades sobre experiências interativas e comunicativas relativas a um acervo coletivo online de imagens digitais da arquitetura brasileira. Considerando a carência de acervos iconográficos específicos, organizados e disponíveis para amplo acesso público na Internet, esse projeto envolve uma equipe multidisciplinar para a concepção e a construção de uma rede social na Web 2.0 concentrada sobre imagens digitais da arquitetura, cuja dinâmica de funcionamento possibilitará o estudo das questões mencionadas acerca da construção de conhecimento. Até este momento o projeto tem se concentrado sobre imagens fotográficas mas, em um próximo passo, serão incorporados desenhos e vídeos. O acervo criado coletivamente na rede virá a complementar o material visual existente a respeito da arquitetura brasileira e, posteriormente, poderá ser ampliado à arquitetura mundial.

  • Paulo Meirelles, Carlos Santos Jr., João Miranda, Fabio Kon, Antonio Terceiro, Christina Chavez. A Study of the Relationships between Source Code Metrics and Attractiveness in Free Software Projects. 2010 Brazilian Symposium on Software Engineering, Salvador, Bahia, 2010, pp. 11-20.

    A significant number of Free Software projects has been widely used and considered successful. However, there is an even larger number of them that cannot overcome the initial steps towards building an active community of users and developers. In this study, we investigated whether there are relationships between source code metrics and attractiveness, i.e., the ability of a project to attract users and developers. To verify these relationships, we analyzed 6,773 Free Software projects from the SourceForge.net repository. The results indicated that attractiveness is indeed correlated to some source code metrics. This suggests that measurable attributes of the project source code somehow affect the decision to contribute to and adopt a Free Software. The findings described in this paper show that it is relevant for project leaders to monitor source code quality, particularly a few objective metrics, since these can have a positive influence in projects chances of forming a community of contributors and users around their software, enabling further enhancement in quality.

2009

  • Ana Paula Oliveira dos Santos, Fabio Kon. Adaptação de Metodologias de Usabilidade para o Contexto de Desenvolvimento de Software Livre. In: 14º Workshop de Teses e Dissertações em Engenharia de Software, 2009, Fortaleza. Anais do 14º Workshop de Teses e Dissertações em Engenharia de Software, 2009.

    A maioria dos projetos de software livre nao possuem em seu processo de desenvolvimento, praticas para obtenção de boa usabilidade. Isso se deve pela mentalidade de parte dos desenvolvedores deste tipo de software, voltada mais para a funcionalidade do que para os usuarios do sistema. Iremos propor uma metodologia para se obter melhor usabilidade em software livre, com ênfase em sistemas Web, através da adaptação de métodos eficazes para o modelo de desenvolvimento de comunidades de codigo aberto. Tais métodos são normalmente utilizados por empresas especialistas em projeto de interação e, em menor ou maior grau, sao inseridos nos processos de desenvolvimento de projetos de software fechado, o que garante em geral, uma melhor usabilidade quando comparados a maioria dos sistemas de software livre. Esse cenário um dos fatores que ainda limita a expansao de uso e aceitacão de sistemas livres, pois perdendo-se em usabilidade perde-se tambem em confiança dos usuários.

  • Alexandre Porres. Pure Data.

    Originalmente dedicado a Áudio, Pure Data (ou simplesmente Pd) é um software livre que é um ambiente de programação gráfica para áudio e vídeo. O pd é muito usado em projetos audiovisuais interativos. Em música, é principalmente adotado como estação de síntese e processamento de áudio em tempo real, assim como ambiente de composição interativo e em tempo real. Este tutorial em Português (escrito por Alexandre Porres) cobre a sintaxe básica do programa e não possui nenhum pré-requisito.

  • Vanessa Sabino e Fabio Kon. Licenças de Software Livre - História e Características. Relatório Técnico RT-MAC-IME-USP. Março, 2009.

     O objetivo deste relatório é auxiliar pessoas que não são especialistas em licenciamento de software a entender melhor suas implicações, tornando o texto das principais licenças mais acessível e facilitando o processo de escolha de software realizado por gerentes, investidores, desenvolvedores, estudantes, cientistas e demais pessoas envolvidas com software. 

2008

  • Alfredo Goldman, Fabio Kon, Paulo J. S. Silva. Introdução à Ciência da Computação com Java e Orientação a Objetos. Computer Science Department, IME-USP, 2006.

    O livro evoluiu da experiência dos autores no ensino da disciplina de Introdução à Ciência da Computação ministrado no Instituto de Matemática e Estatística da Universidade de São Paulo. Suas características principais são um estilo informal e o uso, desde a primeira aula, de conceitos de Orientação a Objetos. O curso é baseado no DrJava, um ambiente de software livre para ensino de programação.

    Este livro já foi adotado como livro-texto da disciplina introdutória de Computação para alunos do Bacharelado em Ciência da Computação, Bacharelado em Matemática, Licenciatura em Matemática, Bacharelado em Sistemas de Informação, Bacharelado em Física e Licenciatura em Física da USP.

    O livro pode ser baixado livremente de intro-java-cc.pdf.

2006

  • Evelyn Cristina Pinto, Imre Simon (orientador). Repensando os commons na comunicação científica. Dissertação apresentada ao Instituto de Matemática e Estatística da Universidade de São Paulo para obtenção do título de Mestre em Ciências. Maio, 2006.

    Neste trabalho, nós lançamos mão desse termo para destacar o caráter cooperativo da pesquisa científica, a importância da transparência e neutralidade no acesso ao commons da Ciência e a natureza anti-rival da informação científica. O conceito de commons nos é muito útil para focar todo o conjunto dos artigos científicos já publicados, quer estejam na forma impressa ou na digital. Ainda permite um estudo através de prismas multidisciplinares e, finalmente, enfatiza a dinâmica das comunidades científicos como um todo.